Bettina Graziani o mundo da moda perde sua primeira top model

//Bettina Graziani o mundo da moda perde sua primeira top model

Bettina Graziani o mundo da moda perde sua primeira top model


Faleceu hoje no Instituto Mountsouris, em Paris, a primeira top model que o mundo conheceu. Bettina Graziani estava com 90 anos e nos anos 50 foi musa de vários estilistas, os mais importanntes foram Jacques Fath e Hubert de Givenchy.  Entre 1947 a 1951 era a manequim-vedette de Jacques Fath e foi fotografada pelos mais mportantes fotógrafos de moda da época. Foi convidada para integrar o elenco da 20th Century Fox quando esteve na America e recusou e também declinou da oferta de Christian Dior de integrar seu casting. Preferiu continuar sendo a top model de Jacques Fath até 1952 quando o costureiro foi diagnosticado com leucemia e parou de trabalhar.

Bettina Graziani a primeira top model do mundo

Bettina Graziani a primeira top model do mundo

 Bettina Graziani, nasceu Simone Micheline Bodin, em 1925, e o proprio estilista Jacques Fath foi quem mudou seu nome para Bettina. Havia uma outra Simone no seu casting de modelos. Nos anos 50 após a morte de Jacques Fath, a modelo escolheu o alto e bonitão Hubert de Givenchy para ser seu mentor. Na verdade, ela era musa dele e foi ela quem organizou e desfilou como manequin-vedette sua primeira coleção. Bettina era conhecida com a “Rainha de Paris“. Ela encarnava a parisiense moderna e seu chic e estilo era singular. Musa dos grandes criadores de moda do mundo seu nome atravessou continentes.

Bettina musa do perfume de Jacques Fath

Bettina musa do perfume de Jacques Fath

Bettina com a blusa que Givenchy "Blusa Bettina" criou em sua homenagem e foi hit nos anos 50

Bettina com a blusa que Givenchy “Blusa Bettina” criou em sua homenagem e foi hit nos anos 50

Em 1955 , a modelo conheceu o playboy e milionário Ali Khan e abandonou a carreria de modelo para ser sua companheira.  Anos mais tarde, ela confessou que sua mudança de estilo era por causa do amor. “Quando eu me olhava no espelho,  ás vezes eu achava difícil me reconheçer. Onde estava Bettina, o modelo de liderança, sempre na vanguarda da moda? A Bettina que eu via tinha cabelo tipo Mélisande e vestidos extremamente conservadores que às vezes estavam longe do que ditava a moda. Eu aceitei o que eu vi no espelho perfeitamente, já que eu sabia que esta era o jeito Ali gostava de mim”, contava Bettina. Na época, que eles se conheceram o playboy milionário Ali Khan mandava diariamente a sua casa 12 duzias de rosas. Era o que a imprensa internacional noticiava e adorava Bettina.

Bettina Graziani e o playboy Ali Khan, em Paris

Bettina Graziani e o playboy Ali Khan, em Paris

Em 1960, em um suburbio de Paris, Ali Khan bateu de carro e com Bettina ao seu lado e grávida. O playboy morreu dias após o acidente e Bettina perdeu a criança. Após enfrentar uma depressão ela voltou a desfilar para Chanel e depois, trabalhou como diretrice da Maison Ungaro por alguns anos.

Bettina Graziani a "Rainha de Paris" vestindo um robe Jacques Fath na Place de Vosges

Bettina Graziani a “Rainha de Paris” vestindo um robe Jacques Fath na Place de Vosges

Bettina usando um dos primeiros tailleur Givenchy

Bettina usando um dos primeiros tailleur Givenchy

Bettina gostava da companhia de pessoas mais jovens e no começo dos anos 70 conheceu o brasileiro e carioca Afranio Nabuco e os dois viveram um romance em Paris. Bettina visitou o Rio acompanhada da escritira francesa Françoise Sagan e ficou hospedada no Hotel Copacabana Palace, com direito a conhecer as maravilhas do Rio e um passeio pelos domínios da família Nabuco na da Rua Icatu.

Bettina com robe Haute Couture Jacques Fath

Bettina com robe Haute Couture Jacques Fath

Jacques Fath com a top model Bettina foto Louise Dahl Wolfe

Jacques Fath com a top model Bettina foto Louise Dahl Wolfe

Em 2014, a Galerie Azzedine Alaïa havia expôs suas melhores fotos em um “Tributo a Bettina Graziani“. A moda já não é a mesma e mais uma estrela se apaga.

Comentários