O ator Roberto Birindelli em entrevista exclusiva com o site

//O ator Roberto Birindelli em entrevista exclusiva com o site

O ator Roberto Birindelli em entrevista exclusiva com o site


O ator Roberto Birindelli (55 anos) nasceu em Montevidéu, no Uruguai, mas ele recebeu o site zeronaldo.com para um bate papo no seu apartamento no Alto Leblon vestindo uma camisa do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. Camisa valiosa, a comemorativa dos 100 anos do clube, mas Roberto confessa seu amor filial pelo clube uruguaio Peñarol.

Descendência húngara e com os pais buscando melhores oportunidades, aos 15 anos Roberto foi morar em Porto Alegre., com sua família. Tímido e solitário foi nas artes plásticas, que ainda criança começou expressar seus sentimentos. Fez Conservatório de Arte em Montevidéu e em Porto Alegre e a faculdade de Arquitetura foi a opção mais alinhada aos seus estudos.

Escrevia poesias e o palco apareceu naturalmente na faculdade com sua turma. Nada tão forte, quando na infância nas festinhas de crianças da comunidade húngara a presença do ventríloquo Frombach, que unia as crianças em torno dele e com sua magnitude fazia a ponte entre mundo adulto e lúdico da fantasia infantil. Isso foi o que inspirou o ator Roberto Birindelli, a mergulhar na arte de atuar anos mais tarde. Lembranças cravadas na memória e que até está nas preces de agradecimento e iluminação.

Teatro é o exercício do ator e no palco Roberto Birindelli se exercitou por décadas com a peça “Il Primo Miracolo” de Dario Fo. Poliglota, o ator rodou pela Europa com esse monólogo e também em inúmeras cidades brasileiras. Roberto possuí um gás que o move e que também flui e liquefaz e que o solidifica e o leva a atuar de uma forma orgânica. Ele pesquisa e estuda, mas o seu corpo trabalha com um escultor que talha a madeira e o dá molde ao aço. Não tem aparência definida, idade, registro social. Além do ventríloquo, o único ator que ele cita na entrevista é Kevin Spacey. Uma dica, uma comparação, uma admiração? Tudo junto e misturado. Nosso ator latino representa e compõe um cartel de personagens.

Os filmes foram muitos. Diretores famosos e muitas experiências. Roberto Birindelli circula pelo cinema brasileiro, argentino, colombiano, americano e italiano. O que faz dele um ator contemporâneo e sem fronteiras. Sua nova paixão as séries brasileiras dos canais da televisão paga. Um exercício que propõe uma interação mais profunda entre o ator, o roteiro e a direção, para a televisão tão habituada a clichês novelescos.  As novelas o localizaram para o grande público e principalmente para aqueles que só têm olhos para o que acontece na aldeia global. Sem protagonismos, Roberto Birindelli cativou com seu talento o público e os novelistas e diretores. Estreia na Rede Record, no dia 21 de novembro, o seu novo trabalho, a novela “Apocalipse” de Vivian Oliveira e com direção de Edson Spinelli.

Na televisão paga suas séries são o que os produtores chamam de “blockburster”, e seus personagens são um dos motivos para esses índices de audiência. “Um Contra Todos”, na segunda temporada na FOX, com direção de Breno Silveira, ‘A Vida Secreta dos Casais” de Bruna Lombardi que estreou em Outubro, na HBO e outras mais. Sua atuação no filme “Policia Federal- A justiça é para todos” de Marcelo Antunez, no papel do doleiro Alberto Youssef, fez com que o mainstream da industria nacional de audiovisual descobrisse um ator cômico, um clow que até então eles não conheciam.

Sua agenda está lotada até o segundo semestre de 2018 e depois um filme em Los Angeles e ate o final do mês essa agenda com certeza fecha o ano e começamos a pensar em 2019. Tempo livre é para estar com o filho e ler, ir ao cinema e prestigiar as estreias dos amigos.

A política se faz nas escolhas dos trabalhos e na sua atitude perante a vida e com o voto democrático e pensando e agindo assim o ator Roberto Birindelli vai galgando cada vez o aprendizado do ventríloquo Frombach, o clow de cada ator está dentro de si e vai se revelando com o melhor dos propósitos, que é a diversão de todos, de crianças aos idosos. Atores assim são a diferença no mundo dos espetáculos.

Fotos Divulgação

Emilia Attias e Roberto Birindelli no filme argentino-brasileiro “Dolores” de Juan Dickinson

No filme argentino-brasileiro “Dolores” de Juan Dickinson

Nos bastidores da novela “Apocalipse” da rede Record

Roberto Birindelli – Foto Sergio Santoian

“Um contra todos” série de Breno Silveira para FOX

Roberto Birindelli e o jornalista Zé Ronaldo Müller

Comentários