Mandioca Cozinha é novidade no centro de São Paulo

//Mandioca Cozinha é novidade no centro de São Paulo

Mandioca, inhame, aipim, macaxeira, pão da terra, rainha do Brasil. Muitos apelidos, uma só raiz. Soberana na culinária brasileira, a mandioca ganha um restaurante inteiramente dedicado a ela no centro da cidade de São Paulo, agora também aos domingos.

O Mandioca Cozinha, restô da chef pernambucana Madu Melo, recém-inaugurado na Vila Buarque, novo polo gastronômico da capital. A casa explora todas as facetas gastronômicas dessa planta 100% nacional e 100% aproveitável, com receitas caseiras, glúten free, opções veganas, uso de ingredientes sazonais e preferencialmente orgânicos e agroecológicos. Em todo o menu, carta de bebidas, com direito a suco e destilado de mandioca, e até mesmo em alguns itens do décor, como louças verdes, com copos sustentáveis e recicláveis feitos com amido de macaxeira, a estrela é a mandioca.

Mandioca Cozinha Nacional
Chef Madu Melo

A casa traz receitas das cinco regiões do país, com os diferentes tipos de mandiocas ? mansa, branca e amarela, fermentada e não-fermentada; segundo o Embrapa, são 250 tipos catalogados no Brasil ? e uma dezena de variações de subprodutos e usos. Dentre eles, a farinha do Uarini (Amazonas), o tucupi amarelo (Pará), a farinha de copioba (Bahia), a de tapioca (com massa feita na casa) e outras farinhas de diferentes cantos do país.  Do doce ao salgado, do bar ao restaurante, do café da manhã ao jantar, a mandioca está em todas as mesas brasileiras.

É um patrimônio cultural e o restaurante busca homenagear esse ingrediente tão versátil e saboroso de uma forma amigável e simples?, explica a chef e sócia Madu Melo, nascida em Recife e radicada há 10 anos em São Paulo. Formada em Marketing e tendo atuado como executiva em multinacionais e empresa de bebidas, resolveu, depois de um período sabático de viagem e pesquisas a mais de 30 países, transformar a paixão em profissão. Foi no exterior, depois de visitar a lista dos principais restaurantes estrelados Michelin e da Restaurant, que concluiu que nada era melhor que o simples e confortante Cozido da Vó Nenzinha (ensopado de carnes bovina e suína com legumes com pirão de carne e arroz).  Não por acaso, é o prato preferido da chef, receita de sua avó, cozinheira de mão cheia e sua inspiração primeira na gastronomia.

Mandioca Cozinha Nacional
Chef Madu Melo
Porco Sulista

 

Comentários