A exposição “PATIFARIA” é prorrogada até o dia 10 de dezembro na Escola de Belas Artes

//A exposição “PATIFARIA” é prorrogada até o dia 10 de dezembro na Escola de Belas Artes

A exposição “PATIFARIA” é prorrogada até o dia 10 de dezembro na Escola de Belas Artes


 

Foi prolongada até o dia (10/12) a exposição”PATIFARIA” que reúne inumeros artistas plásticos contemporâneos no corredor azul da da Escola de Belas Artes, da UFRJ no Fundão. Segue o texto da exposiçãoq ue é organizada por Felipe Carnaúba, Luiza Dideco e Miriam Padilha.

“PATIFARIA! É a exposição dos artistas marginais, canalhas e patifes. Dos alunos e professores esquerdopatas das federais, dos artistas vagabundos e dos contemporâneos lunáticos. Muita experimentação, muita mistura e um improviso

A exposição que (re)ativa um novo espaço de galeria dentro da Escola de Belas Artes: o Corredor Azul, é uma crítica ao alienamento da EBA em relação ao mercado de arte, à realidade artística brasileira contemporânea e em geral a tudo o que não é clássico ou moderno (no sentido 22 da palavra). A exposição é também um manifesto por uma nova forma de “ensinar” arte. Uma que não ancore seus

A estrutura da Reitoria é subutilizada e contraditória: A Escola de Belas Artes da UFRJ conta oficialmente com apenas uma galeria, a Macunaíma, que serve quase que exclusivamente para alunos de Pintura que precisam realizar suas exposições individuais para concluir o curso. Pensando nisso, resolvemos subverter essa ordem pelo aproveitamento de outros espaços possíveis unindo artistas que possam contribuir para o entendimento da arte que está sendo produzida hoje.

PATIFARIA! é o fomento inicial de uma nova forma de pensar a faculdade, um plano de liberdade. É entender limites e saber brincar com eles. Não pretendemos definir o que é arte mas mostrar arte que tem potência de querer ser arte. Queremos poder brincar de Inhotim. Queremos entender a nossa autonomia. Queremos entender nossa história. Quais são as EBAs que existem dentro da EBA? Quem são os artistas, professores, alunos e ex-alunos que fizeram e fazem esse lugar?

Patifes, crianças da balbúrdia, uni-vos para tornar essa experiência na faculdade um pouco mais feliz! “

Felipe Carnaúba / Luiza Dideco / Miriam Padilha

 

 

 

Fotos Divulgação

Corredor Azul da Escola de Belas Artes – FUNDÃO

Corredor Azul da Escola de Belas Artes – FUNDÃO

Corredor Azul da Escola de Belas Artes – FUNDÃO

Corredor Azul da Escola de Belas Artes – FUNDÃO

Corredor Azul da Escola de Belas Artes – FUNDÃO

 

Comentários