Cildo Meireles apresenta trabalhos inéditos incluindo uma obra sonora com Iris Lettiere na Mul.ti.plo Espaço Arte

//Cildo Meireles apresenta trabalhos inéditos incluindo uma obra sonora com Iris Lettiere na Mul.ti.plo Espaço Arte

Cildo Meireles apresenta trabalhos inéditos incluindo uma obra sonora com Iris Lettiere na Mul.ti.plo Espaço Arte


A galeria Mul.ti.plo foi pequena para receber os fãs e amigos de Cildo Meireles, que abriu sua individual na Mul.ti.plo Espaço Arte, no Leblon. Centenas de pessoas passaram pela exposição e o público se espalhou pela galeria, corredores e até pela calçada, em frente à livraria Argumento, que também decorou toda a sua vitrine com livros do artista brasileiro mais conceituado na cena contemporânea mundial.

Com curadoria de Paulo Venancio Filho, o  artista inaugurou a exposição apresentando quatro trabalhos inéditos e outros nunca mostrados no Rio. Um deles é uma obra sonora feita com Iris Lettieri, a inesquecível voz do Galeão, que continua na ativa, com o mesmo timbre impecável.

O trabalho foi realizado graças à participação de Maneco Muller. “Um dia, Cildo me revelou um projeto, concebido nos anos 70, que só poderia ser realizado com a voz única dela. Não perdi tempo. Fui ao encontro de Iris e conseguimos realizar o desejo do Cildo, com a mesma fala impecável e inesquecível”, explica Maneco. A mostra “Múltiplos Singulares” fica em cartaz até 19 de janeiro.

Fotos Allan Miguel Gonçalves 

Antonio Manuel, Cildo

Alexandre Murucci

Alexandre Murucci, Walter Carvalho, Fernanda Junqueira_Beth Jobim, Maneco Muller, Luiz Paulo Montenego

Armando Strozenberg

Barrao e Roberto Magalhaes

Cildo e Israel Stolnicki

Cildo

Cildo

Cildo, Stefania Paiva e Hugo de Leoni

Felipe Scovino

Felipe, Paulo Venancio e Barrao

Iole de Freitas e Roberto Magalhaes

Iris Lettieri e Cildo Meireles

Stella Ramos

Comentários