Piti Tomé abre individual no Paço Imperial com curadoria de Efraim Almeida

//Piti Tomé abre individual no Paço Imperial com curadoria de Efraim Almeida

Piti Tomé abre individual no Paço Imperial com curadoria de Efraim Almeida


Amanhã (11/04) o Paço Imperial inaugura a exposição “90 tentativas de esquecimento”, com mais de 100 obras inéditas da artista carioca Piti Tomé, que discutem questões sobre a memória e o esquecimento, em trabalhos que giram em torno da fotografia. Com curadoria de Efrain Almeida, a exposição ocupará dois espaços do Paço Imperial, com obras produzidas entre 2018 e 2019, que dialogam entre si.

Esta é a primeira exposição individual da artista em uma instituição, após ter começado sua trajetória em 2012, e já tendo participado de mostras coletivas no MAM Rio, onde possui obras na coleção Gilberto Chateaubriand/ MAM Rio; na Casa França-Brasil; no Museu da República; no Parque Lage; no Espaço Cultural BNDES, entre muitos outros. Paralelamente à exposição no Paço Imperial, a artista apresenta mostra na C. Galeria, no Jardim Botânico.

Fotos Divulgação

Piti Tomé

Piti Tomé

Piti Tomé

Comentários