Trio Dauelsberg estreia com concerto especial nesta sexta-feira na Sala Cecília Meireles

//Trio Dauelsberg estreia com concerto especial nesta sexta-feira na Sala Cecília Meireles

Trio Dauelsberg estreia com concerto especial nesta sexta-feira na Sala Cecília Meireles


Nessa sexta- feira (14/06) um programa imperdível para que ama música clássica. Formado por violoncelistas com larga experiência artística, Ji Yon Shim, Paulo Santoro e Ricardo Santoro se encontraram pela primeira vez em 1989, no Festival de Verão de São Paulo. Desde então, mantiveram contato em várias oportunidades nos palcos do Brasil e fora dele, mas nunca em forma de trio de violoncelos. No ano de 2019, trinta anos após o primeiro encontro, formaram o Trio Dauelsberg, em homenagem ao violoncelista Peter Dauelsberg, professor de relevante importância na carreira dos três músicos.

Com um repertório que vai do clássico ao popular, o Trio Dauelsberg procura explorar toda versatilidade do violoncelo em composições originais e arranjos para a formação. A Sala Cecília Meireles será palco da estreia da mais nova formação camerística da qual o Duo Santoro participa, procurando assim, ampliar as possibilidades artísticas do já consagrado grupo, com a participação especial da violoncelista coreana, radicada nos Estados Unidos, Ji Yon Shim.

O concerto acontecera nessa sexta 14/06, às 18h30 no espaço Guiomar Novaes –Sala Cecília Meireles,
No largo da Lapa, 47 – Centro – Rio de Janeiro

PROGRAMA

J. S. BACH – Sonata nº 1 em sol maior

L. van BEETHOVEN – Trio Op. 87 em dó maior

EDINO KRIEGER – Seresta  

ERNANI AGUIAR – Música a três

SCOTT JOPLIN – The Easy Winners

HEITOR VILLA-LOBOS – O Trenzinho do Caipira

TOM JOBIM – Samba de uma nota só

Foto Stefano Aguiar

Trio Dauelsberg

 

Comentários