A mostra Modernos Eternos ganha formato digital e abre na segunda quinzena de agosto

//A mostra Modernos Eternos ganha formato digital e abre na segunda quinzena de agosto

A mostra Modernos Eternos ganha formato digital e abre na segunda quinzena de agosto


Um novo formato como todos os grandes eventos nacionais e internacionais a MODERNOS ETERNOS (ME), se adapta ao ano de 2020 e apresenta uma mostra totalmente digital.  A mostra e venda de arquitetura, paisagismo, design e arte, usará tecnologia nesse momento de exceção, em sua 7ª edição

No ano passado a mostra ocupou o Mosteiro de São Bento, a MODERNOS ETERNOS (ME) e inovou na transição das mostras de decoração de São Paulo em direção ao centro da cidade. Em 2020, a ME inova mais uma vez ao anunciar a realização de sua 7a edição — em função da crise mundial —exclusivamente  de forma digital.

 O novo formato ganha um espaço físico a Casa Modernista da Rua Bahia, em Higienópolis, construção de 90 anos com 4 andares, tombada nas instâncias federal, estadual e municipal, com projeto do ucraniano Gregori Warchavchik, alugada por um ano para ali serem realizados 6 grandes eventos de março a outubro de 2020, inclusive duas edições da Modernos Eternos SP.

Modernos Eterno – 2020 – Foto : Emilio Hagge

“Com a pandemia, o projeto foi reduzido (de seis para uma exposição) e adaptado às possibilidades tecnológicas existentes. Surge portanto, tão real quanto possível, em agosto, a 7a edição da Modernos Eternos SP em edição especial digital, como estão acontecendo também alguns dos mais importantes eventos na Europa e nos EUA”, diz seu curador e sócio-fundador Sergio Zobaran. 

 Os arquitetos, designers, paisagistas e artistas plásticos estão desenvolvendo seus projetos em imagens renderizadas que serão reunidas no portal da mostra, desenvolvido pela empresa mineira de tecnologia Revirtua. “O público poderá fazer a Visita Virtual Imersiva 360 de maneira totalmente gratuita”, explica Zobaran. Toda a produção do evento entrou na exigência de ser 100% virtual, ecológico e sustentável, e por isso o processo  é exclusivamente desenvolvido com base na tecnologia, desde os contratos até os projetos e a exibição.  

Modernos Eterno – 2020 – Foto : Emilio Hagge

Os profissionais participantes desta 7ª edição (ver lista abaixo) foram convidados a seguir o tema do ano – o Modernismo, movimento mais importante que o Brasil já produziu -, e fazer nas ambientações um mix&match de peças antigas, modernas e contemporâneas. Assim trazem para a Modernos Eternos a diversidade da arquitetura de interiores das diferentes regiões do Brasil, cada um com seu estilo, e o apoio das marcas e empresas fornecedoras envolvidas. 

1 . Juliana Vasconcellos MG

2 . Erick Figueira de Mello RJ

3 . Thiago Manarelli e Ana Paula Guimarães BA

4 . Isis Chaulon SP

5 . MM 18 SP

6 . Patricia Marinho e Manuèle Colas RJ

7 . Gustavo Paschoalim e… SP

8 . Maria Helena Neves SP

9 . Mestisso Arqutetura SP

10 . André Carício PE

11 . Maximiliano Crovato SP

12 . Marco Kiefer SP

13 . João Mansur e Matheus Garcia SP

14 . Paulo Niemeyer RJ

15 . Cintia Klamt e Bianca Klamt MA

16 . Luciano Dalla Marta SP

17 . AMMA Projetos + Da Zhang SP/China

18 . Cristina Brasil RJ

19 . Andre Poli EUA

20 . Samuel Lamas DF

21 . MA Interior Design SP

22 . Andre Paoliello SP

23 . Ana Paula Magalhães BA

24 . Carlos Eduardo Warchavchik SP

25 . Tatiana Coutinho e Roberta Vilela ÉS

26 . Stella Crissiuma e João Crissiuma SP

27 . Raquel Silveira SP

28 . Nir Sivan Architects IT

29 . Edgar Rochell SP

30 . Zanini de Zanine RJ

31 . Marcos Bertoldi PR

32 . Tufi Mousse SC

33 . Reka Carvalho MG

34 . Ana Maria Vieira Santos SP

35 . Ana Weege SC

36.Cybele Barbosa e Erika Queiro

Modernos Eterno – 2020 – Foto : Emilio Hagge

Comentários