O novo Four Seasons Madrid é um show de bom gosto e luxo da hotelaria internacional

/, Notas/O novo Four Seasons Madrid é um show de bom gosto e luxo da hotelaria internacional

O novo Four Seasons Madrid é um show de bom gosto e luxo da hotelaria internacional


O encontro das ruas Canalejas, Sevilla e Alcalá, onde está o novo Four Seasons Hotel Madrid, é um dos endereços icônicos da Espanha. Personagem em dezenas de livros de romancistas espanhóis como Perez-Galdós, e palco de alguns dos capítulos mais marcantes da história do país, a localização também recebeu as primeiras hospedarias de Madri. Hoje, a confluência das calles não só é o coração simbólico da cidade, mas seu centro geográfico, já que todas as estradas do país são medidas a partir dali, o quilômetro zero espanhol.

Neste endereço emblemático, Four Seasons iniciou um minucioso projeto de restauração de sete edifícios históricos, com o desafio de preservar a identidade e a individualidade de cada estrutura. Para dar vida ao Four Seasons Madrid, os sete prédios que remontam a 1800 foram restaurados simultaneamente – fato inédito na história da capital espanhola

Four Seasons Madrid

A âncora do projeto de restauração é o antigo prédio da companhia de seguros La Equitativa, de onde mais de 16.000 objetos foram cuidadosamente extraídos, catalogados e restaurados. Dentre eles, cerca de 3.700 foram utilizados na decoração das suítes e áreas comuns do hotel. Peças notáveis, como as colunas de mármore verde com capitéis dourados, que pertenciam ao hall de entrada do Banco Español de Crédito, agora adornam o lobby do Four Seasons Madrid. 

 

O décor é complementado por uma coleção excepcional de 2.000 obras de artistas espanhóis. Um dos destaques é a instalação Starry Night, que foi criada por Eduardo Pérez-Cabrero para a escadaria do lobby e representa as virtudes humanas: inteligência, criatividade, alegria, amor, talento, generosidade e esperança. Nas acomodações, entalhes de gesso foram criados em parceria com a Real Academia de Bellas Artes de San Fernando, instituição vizinha do hotel.   

Chef Dani Garcia

Uma das acomodações mais impressionantes do Four Seasons Madrid é a Royal Suite, cuja sala de estar abrigava o escritório particular dos presidentes e membros do conselho do banco desde o início dos anos 1900. A maioria de suas características originais foi preservada, incluindo a lareira, as molduras do teto e a sacada estilo Julieta, agora combinadas a detalhes contemporâneos, como a banheira oval apoiada por mármores Calacatta Vagli Rosato e Ônix Viola. 

Royal Suite – Four Seasons Hotel Madrid

Projetada para ser um espaço social, a Suíte Presidencial conta com vistas espetaculares dos telhados históricos, do Casino de Madrid e da escultura de carruagem que culmina com o imponente edifício do outro lado da rua Alcalá.   

Royal Suite – Four Seasons Madrid

Os 200 quartos, alguns com terraços privativos, são decorados com detalhes em dois tons: azul pálido ou amarelo. Os banheiros são revestidos em mármore branco e cinza, combinados a um contrastante marrom chocolate. Devido à complexidade de conjugar sete edifícios diferentes, o Four Seasons Madrid oferece 118 tipos de quartos, entre lofts com altura dupla e teto duplo que proporcionam um espaço fora do comum em hotéis.

Quarto do Four Seasons Madrid

O projeto é assinado por um grupo internacional de arquitetura e design: o Estudio Lamela criou o projeto arquitetônico, enquanto o design de interiores ficou a cargo do BAMO de San Francisco. O gastrobar Isa, batizado em homenagem à rainha Isabel I de Castela, foi projetado pela empresa AvroKo, enquanto o restaurante Dani, comandado pelo estrelado chef Dani Garcia, foi criado pelo Martin Brudnizki Design Studio de Londres.

O Dani explora a gastronomia espanhola em um ambiente informal, oferecendo vistas panorâmicas tanto no espaçoso interior como nas mesas externas no rooftop aberto durante o ano todo. O restaurante serve café da manhã, almoço e jantar, além de drinks e as tradicionais tapas espanholas à noite. Já é parada obrigatória em Madri.

Ocupando quatro andares, o spa é o maior de Madri. Sua piscina na cobertura, com vista para o horizonte, deve se tornar o lugar para ver e ser visto na cidade.  O complexo também inclui o shopping de luxo Galeria Canalejas e 22 residências particulares, essas administradas pelo Four Seasons e com serviços do hotel.

O chef executivo Omar Mallen está à frente do El Patio, espaço adjacente ao lobby do hotel, que oferece especialidades locais e da pâtisserie francesa, e aceita pedidos para viagem.
As opções de restaurantes serão complementadas pelo gastrobar Isa, que acrescenta um sabor asiático às tapas espanholas, harmonizadas com coquetéis exclusivos elaborados pela bar manager Sophie Larrouture. Ela traz um toque cosmopolita aos drinks após sua passagem pelo Four Seasons Hotel Des Bergues, Geneva e por conceituados bares na Europa e na América do Sul.

Curiosidades

   Após a remoção de todos os elementos internos dos prédios, as peças de valor histórico – como portas, colunas e até cofres do antigo banco – foram restauradas.  A fachada original, de 7.800 metros, foi inteiramente restaurada.  O arquiteto José Grases Riera, que era amante do teatro, trouxe do Éden-Théâtre de Paris a ideia de decorar com cabeças de elefante a fachada do prédio. Mais tarde, ele usou o mesmo elemento no Teatro Lírico de Madri.

 As duas esculturas humanas na entrada da porta do antigo Banco Hispano Americano representam o cálculo e a economia.  Os escritórios do presidente e dos gerentes do banco foram transformados na área de eventos do hotel. Detalhes originais, como portas e fechaduras do século 19, podem ser vistas nos espaços. Com inspiração nos telhados de Madri, as paredes do salão Sol foram revestidas em terracota. Iluminando o teto, os dois lustres em cristal Murano criados por Seguso pesam 160 quilos.  

     As iniciais LE (La Equitativa) ainda podem ser vistas nos detalhes em ferro que cobrem as portas do edifício principais    Muitas das obras contemporâneas que fazem parte da coleção de arte do Four Seasons Madrid foram selecionadas em uma competição entre alunos de belas artes das universidades de Madri, Málaga e Sevilha.   

  A coleção de arte inclui ainda fotografia, escultura, gravuras e pinturas criadas por artistas contemporâneos. Réplicas de obras do museu Thyssen-Bornemisza, localizado a poucos passos do hotel, também foram encomendadas para o projeto.  

Comentários